11 agosto 2015

Oceano




Diz-se que, um rio treme ao se aproximar do oceano, suas águas tornam-se nervosa e agitadas.
O rio treme, diante da imensidão que lhe está reservada e olha para trás, tentando ver toda a sua jornada, os vales, os desfiladeiros, os picos, os cumes e as montanhas, pelos quais passou, ao longo do seu caminho sinuoso, através das florestas, através dos povoados, e vê à sua frente uma imensa possibilidade a qual irá para sempre se aliar, mas que também o fará desaparecer para sempre.
Mas, o rio tem ciência de que não há outra maneira. Ele não pode voltar.
Cada um de nós possui um rio e que corre em direção ao oceano.
Durante a nossa vida, ele passa por nossas montanhas de aprendizado, desfiladeiros de ensinamentos e vales de dificuldades, povoados de virtudes, correndo em direção ao oceano da evolução e sabedoria. 
É impossível voltar, depois do aprendizado e da absorção dos ensinamentos e experiências.
É impossível para qualquer um voltar atrás a sua existência, somente podemos ir em frente.
Nosso rio precisa se arriscar, vencer seus medos, prosseguir e entrar no oceano.
Somente quando ele resolve entrar no oceano é que o medo desaparece, pois ele entende que não se trata de desaparecer, mas tornar-se parte do oceano.
Não há outro jeito, temos que arriscar, viver e deixar nosso rio correr em direção ao oceano.
Coragem!
Avance firme, perca o medo e faça parte do Oceano!

Autor Desconhecido
Adaptação H. Thiesen

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...