03 março 2012

Reencarnação e Vida

De: Djalma Santos

Os mistérios que envolvem o processo reencarnatório do espírito imortal desafiam o homem comum, que não consegue entender o mecanismo sutil e dinâmico, que através da escolha ou automatismo, traz de volta ao campo da carne, espíritos que na erraticidade não conseguem se adaptar a vida espiritual, devido à necessidade de crescimento evolutivo e, muitas vezes, por estarem atrelados a problemas pendentes na retaguarda distante.
Os planos para a reencarnação são quase que infinitos e obedecem a critérios que estão vinculados as conquistas morais ou dos erros ocasionados do candidato ao novo estágio da carne.
Além do processo de escolha, para aqueles que estão a caminho do enobrecimento, existe o automatismo reencarnatório, que é a orientação por técnicos em renascimento, que atendem a grande maioria de espíritos ainda sem condições de opção imediata. O automatismo das leis de reencarnação estabelece labores específicos para a finalidade, visa sempre o bem dos reencarnantes, mesmo que aparentemente possa parecer o contrário.
Orientados pela ficha pessoal do candidato, os técnicos em reencarnação pesquisam a respeito daqueles que podem dar guarida, dentro do programa de cada um, providenciando encontros e reencontros na espera dos sonhos, quando os futuros pais já se encontram no mundo espiritual, muitas vezes, a família já parte do mundo espiritual para o físico, estabelecida com todo o programa delineado nos mínimos detalhes. São estudados também, os mapas genéticos, a fim de identificar no corpo físico, a ocorrência de manifestações físicas ou psíquicas, em relação à saúde ou doença, normalidade ou idiotia, inteligência ou retardamento mental, harmonia e memória, duração da roupagem física ou antecipação do retorno à vida espiritual e, também, as possibilidades do aluno no aprendizado terreno.
Calcula-se também a influência do determinismo e as alternâncias provocadas pelo livre-arbítrio, para que seja estabelecida uma faixa de movimentação de escolhas pelo candidato, na busca do seu verdadeiro destino. Debates são travados entre o reencarnante em relação aos riscos normais da reencarnação, as dificuldades a serem vencidas e a fé no futuro. Com a esperança de vitória, o espírito mergulha no vaso carnal, amparado pela prece, se vinculando a uma célula fecunda, firmando um novo compromisso com a atividade terrena. A partir daí, decorre o esquecimento de tudo, após a imantação perispiritual ao óvulo fecundado pelo espermatozóide.
Após o renascimento, continua o intercâmbio com os amigos do além, que supervisionam todos aqueles que voltam à paisagem terrena.

Fonte: http://www.correioespirita.org.br

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...