24 outubro 2006

OBRAS BÁSICAS

 
01. As obras básicas da codificação da Doutrina Espírita são as seguintes, por ordem cronológica de edição:
 
1.1 - O Livro dos Espíritos. - Lançado em Paris, França, em 1ª edição, aos 18 de abril de 1857, sob o título de Le Livre des Esprits.
 
1.2 - O Livro dos Médiuns. - 1ª edição em Paris, França, 1ª quinzena de janeiro de 1861. Título original em francês: Le Livre des Médiums ou Guide des Médiums et des Évocateurs.
 
1.3 - O Evangelho Segundo o Espiritismo. - 1ª edição em Paris, França, em abril de 1864, sob o título "L’Évangile Selon le Spiritisme.
 
1.4 - O Céu e o Inferno. - Lançado em Paris, França, 1ª edição em 1º de agosto de 1865. Título do Original em Francês: Le Ciel et L’Enfer ou La Justice Divine Selon le Spiritisme.
 
1.5 - A Gênese. - 1ª edição em Paris, França, em janeiro de 1868, sob o título La Genése, Les Miracles et les Prédictions Selon le Spiritisme.
 
02. Os conteúdos das obras básicas, em resumo, expõem e consolidam os princípios e os elementos constitutivos da Doutrina Espírita, em sua totalidade, segundo o ensino dos espíritos, a sistematização e a codificação desses ensinos por Allan Kardec.
 
2.1 - Assim, o primeiro dos cinco livros que integram a referida codificação, O Livro dos Espíritos, trata dos seguintes assuntos:
 
- Princípios da Doutrina Espírita sobre a imortalidade da alma, a natureza dos Espíritos e suas relações com os homens, as leis morais, a vida presente, a vida futura e o porvir da Humanidade (...), abordados esses princípios em quatro partes, a saber:
 
PARTE PRIMEIRA: Das causas primárias
 
(Com quatro capítulos: Deus; Dos elementos gerais do Universo; Da Criação; Do princípio vital).
 
PARTE SEGUNDA: Do mundo espírita ou mundo dos Espíritos
 
(Com onze capítulos: Dos Espíritos; Da encarnação dos Espíritos; Da volta do Espírito, extinta a vida corpórea, à vida espiritual; Da pluralidade das existências; Considerações sobre a pluralidade das existências; Da vida espírita; Da volta do Espírito à vida corporal; Da emancipação da alma; Da intervenção dos Espíritos no mundo corporal; Das ocupações e missões dos Espíritos; Dos três reinos).
 
PARTE TERCEIRA: Das leis morais
 
(Com doze capítulos: Da lei divina ou natural; Da lei de adoração; Da lei do Trabalho; Da lei de reprodução; Da lei de conservação, Da lei de destruição; Da lei de sociedade; Da lei do progresso; Da lei de igualdade; Da lei de liberdade; Da lei de justiça, de amor e de caridade; Da perfeição moral).
 
PARTE QUARTA: Das esperanças e consolações
 
(Com dois capítulos: Das penas e gozos terrenos; Das penas e gozos futuros).
 
2.2 - O segundo livro, por ordem cronológica de lançamento, O Livro dos Médiuns, no seu frontispício, apresenta o subtítulo: Guia dos Mediuns e dos Evocadores e resume o seu conteúdo assim:
 
- Ensino especial dos espíritos sobre a teoria de todos os gêneros de manifestações, os meios de comunicação com o mundo invisível, o desenvolvimento da mediunidade, as dificuldades e os tropeços que se podem encontrar na prática do Espiritismo, constituindo o seguimento de O Livro dos Espíritos.
 
- Esses temas acham-se através das seguintes partes:
 
PRIMEIRA PARTE: Noções preliminares
 
(Com quatro capítulos: Há espíritos?; Do maravilhoso e do sobrenatural; Do método; Dos sistemas).
 
SEGUNDA PARTE: Das manifestações espíritas
 
(Com trinta e dois capítulos: Da ação dos espíritos sobre a matéria; Das manifestações físicas; Das manisfestações inteligentes; Da teoria das manifestações físicas; Das manifestações físicas espontâneas; Das manisfestações visuais; Da bicorporeidade e da transfiguração; Do laboratório do mundo invisível; Dos lugares assombrados; Da natureza das comunicações; Da sematologia e da tiptologia; Da pneumatografia ou escrita direta e da pneumatofonia; Da psicografia; Dos médiuns; Dos médiuns escreventes ou psicógrafos;
 
Dos médiuns especiais; Da formação dos médiuns; Dos inconvenientes e perigos da mediunidade; Do papel dos médiuns nas comunicações espíritas; Da influência moral do médium; Da influência do meio; Da mediunidade nos animais; Da obsessão; Da identidade dos Espíritos; Das evocações; Das perguntas que se podem fazer aos espíritos; das contradições e das mistificações; Do charlatanismo e do embuste; das reuniões e das Sociedades Espíritas; Regulamento da Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas; Dissertações espíritas; Vocabulário espírita).
 
2.3 - O terceiro livro, O Evangelho Segundo o Espiritismo, tem em sua folha de rosto, a síntese do seu conteúdo que é:
 
- A explicação das máximas morais do Cristo em concordância com o Espiritismo e suas aplicações às diversas circunstâncias da vida.
 
- O seu estudo se desdobra em uma introdução e vinte e oito capítulos, assim enunciados:
 
Não vim destruir a lei; Meu reino não é deste mundo; Há muitas moradas na casa de meu Pai; Ninguém poderá ver o reino de Deus se não nascer de novo; Bem-aventurados os aflitos; O Cristo Consolador; Bem-aventurados os pobres de Espírito; Bem-aventurados os que têm puro o coração; Bem-aventurados os que são brandos e pacíficos; Bem-aventurados os que são misericordiosos; Amar o próximo como a si mesmo; Amai os vossos inimigos; Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direita; Honrai a vosso pai e a vossa mãe; Fora da caridade não há salvação; Não se pode servir a Deus e a Mamon; Sede perfeitos; Muitos os chamados, poucos os escolhidos; A fé transporta montanhas; Os trabalhadores da última hora; haverá falsos Cristos e falsos profetas; Não separeis o que Deus juntou; Estranha moral; Não ponhais a candeia debaixo do alqueire; Buscai e achareis; Dai gratuitamente o que gratuitamente recebestes; Pedi e obtereis; Coletânea de preces espíritas.
 
2.4 - O Céu e o Inferno é o quarto livro do Pentateuco Kardequiano; tem como subtítulo: A Justiça Divina Segundo o Espiritismo. Contém, segundo o resumo contante em sua folha de rosto, o:
 
Exame comparado das doutrinas sobre a passagem da vida corporal à vida espiritual, sobre as penalidades e recompensas futuras, sobre os anjos e demônios, sobre as penas etc, seguido de numerosos exemplos acerca da situação real da alma durante e depois da morte.
 
Sua matéria desdobra-se da seguinte forma:
 
PRIMEIRA PARTE: Doutrina
 
(Com onze capítulos: O porvir e o nada; temor da morte; O céu; O inferno; O purgatório; Doutrina das penas eternas; As penas futuras segundo o Espiritismo; Os anjos; Os demônios; Intervenção dos demônios nas modernas manifestações; Da proibição de evocar os mortos).
 
SEGUNDA PARTE: Exemplos
 
(Com oito capítulos: O passamento; Espíritos felizes; Espíritos em condições medianas; Espíritos sofredores; Suicidas; Criminosos arrependidos; Espíritos endurecidos; Expiações terrestres).
 
2.5 - O quinto e último livro tem no respectivo frontispício o título completo - A Gênese, os Milagres e as Predições Segundo o Espiritismo e mais este resumo:
 
- A Doutrina Espírita há resultado do ensino coletivo e concordante dos Espíritos.
 
A ciência é chamada a constituir a Gênese de acordo com as leis da Natureza.
 
Deus prova a sua grandeza e seu poder pela imutabilidade das suas leis e não pela ab-rogação delas.
 
Para Deus, o passado e o futuro são o presente.
 
- Esta Obra se divide nas seguintes partes:
 
01. Introdução
 
02. A Gênese, com doze capítulos, a saber:
 
Caráter da revelação espírita; Deus; O bem e o mal; Papel da Ciência na Gênese; antigos e modernos sistemas do mundo; Uranografia geral; Esboço geológico da terra; Teorias sobre a formação da Terra; Revoluções do globo; Gênese orgânica; Gênese espiritual; Gênese moisaica.
 
03. Os milagres com três capítulos, a saber:
 
Caracteres dos milagres; Os fluidos; Os milagres do Evangelho.
 
04. As predições, também com três capítulos:
 
Teoria da presciência; Predições do Evangelho; São chegados os tempos.
 
Bibliografia:  Estudos Sistematizados da Doutrina Espírita - FEB - Programa I - Edição 1996
 
XAVIER, Francisco Cândido. In: Fonte Viva. Ditado pelo Espírito Emmanuel.
 
20 ed. Rio [de Janeiro]: FEB, 1995, lição 139, p. 312.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...